sexta-feira, 16 de maio de 2014

Os limites e a função da gramática

Sidney Silveira

"A gramática não é um mero repositório de regras negativas, pelo fato de ser, antes e acima de tudo, a normatização dos fatos da linguagem — que a antecedem. A gramática não inventa a índole do idioma; ela a pressupõe".

Trecho da segunda aula do curso "A Língua Absolvida", com Sergio Pachá, que irá ao ar na próxima segunda-feira, no site do Instituto Angelicum. 

Enquanto isso, preparamos respostas a algumas perguntas dos alunos relativas à primeira aula — assim como a gravação da terceira aula desta iniciativa pedagógica.

Obrigado a todos os participantes! 
Até breve.

P.S. Um dos temas que, mais à frente, abordaremos é a distinção entre gramática e filosofia da linguagem; esta última, conforme a conceberam Aristóteles, Santo Tomás e outros. Trata-se de coisas correlatas, porém distintas, segundo o nosso parecer.

Como as aulas são gravadas, informamos que as inscrições para o curso "A Língua Absolvida" continuarão abertas em:


P.S.2 Lembro aos alunos do curso "A Beleza na História Cultural" que, na próxima terça-feira, haverá aula; nela falaremos sobretudo de Boécio.