segunda-feira, 20 de agosto de 2012

"O caráter patógeno da cultura atual", pelo Dr. Martín Echavarría


Sidney Silveira
Meu querido e brilhante amigo tomista Martín Echavarría
aponta nesta palestra o quanto a cultura atual é capaz de produzir transtornos psíquicos em profusão: instabilidade emocional; impulsividade irresponsável; variabilidade de humor, com períodos de excitação extrema alternados com momentos de depressão profunda; problemas de identidade (inclusive sexual); monomania; relações interpessoais que oscilam entre uma primária idealização das demais pessoas e a sua demonização cega; episódios dissociativos em situações de estresse; condutas autodestrutivas (que incluem autolacerações); crescente número de tentativas de suicídio; promiscuidade; ansiedade; etc.

Tudo isso alimentado — ou diretamente causado! — pelo tipo de cultura em que estamos imersos... Uma cultura sem religião e, portanto, fechada aos bens de ordem superior.
Em tempo: Em algum momento, quando eu tiver tempo, postarei o restante das palestras do evento Santo Tomás, médico da alma. Mas creiam-me: sou uma anta tecnológica e não consegui até hoje reinstalar o programa da máquina que fez as filmagens naquela ocasião, depois que o meu computador foi formatado. Portanto, ainda faltam o restante da palestra do Prof. Martín, a conferência inteira do Nougué e a do meu querido irmão, Ricardo da Costa.