quinta-feira, 9 de outubro de 2014

A sabedoria dos provérbios



Sidney Silveira

DITADOS, SENTENÇAS, MÁXIMAS, AXIOMAS...

"Peixe esperto come a isca e caga no anzol".

ÀS VEZES PERGUNTO-ME se projetos como o do Instituto Angelicum terão valor ou alcance, num país que — na mão dos atuais Donos do Poder — tem feito de tudo para jogar na lata do lixo a sua própria identidade. 

Quantas vezes o meu ímpeto é, por uma espécie de exaustão moral, jogar para o alto iniciativas quixotescas como esta e outras. Ainda não o fiz porque há tempos cheguei à conclusão de que, no fundo, D. Quixote tinha razão nas suas desrazões.

Aqui vai, pois, um trecho de aula do curso "A Língua Absolvida", com o prof. Sergio De Carvalho Pachá, antigo lexicógrafo-chefe da Academia Brasileira de Letras.

Vou divulgando alguns trechos das aulas para trazer à luz algo do trabalho do Instituto e, quem sabe, convencer-me de que ainda vale a pena. 

Perdoem-me o tom lastimoso, mas o noticiário político dos últimos dias causou-me náuseas que talvez amanhã passem. Ou não, como diria o filósofo Caetano Veloso, pois, como indica o ditado popular acima citado, os peixes espertos continuam a cagar no anzol do povo brasileiro.